Os rostos da mudança do Benfica de Bruno Lage

Samaris: o grego era um dos proscritos para Rui Vitória. Até à chegada de Bruno Lage, contava apenas quatro presenças e só uma como titular. Agora, já ultrapassou Alfa Semedo na hierarquia e aproveitou a lesão de Fejsa para fazer três jogos a jogar, dois como titular.
Alfa Semedo: o médio era tido em boa conta por Rui Vitória e regressou ao Benfica após dar nas vistas como médio-defensivo e defesa-central no Moreirense. Os 1,90 metros eram também uma mais-valia assinalada por Vitória de forma a dotar o plantel com mais altura.
Salvio: ‘El Toto’ sempre foi um dos indiscutíveis da equipa nos últimos anos, e esta temporada também arrancou nessa condição para Rui Vitória. Bruno Lage acabou por apostar na fixação de Pizzi na ala direita e o argentino perdeu espaço após a renovação.
João Félix: foi com Rui Vitória que passou a fazer parte do plantel e que fez a estreia na equipa principal, sempre encostado às linhas. Lage deu-lhe mais responsabilidade e fê-lo titular nos 5 jogos que já leva ao serviço do Benfica, atuando sempre no centro do ataque.
Samaris: o grego era um dos proscritos para Rui Vitória. Até à chegada de Bruno Lage, contava apenas quatro presenças e só uma como titular. Agora, já ultrapassou Alfa Semedo na hierarquia e aproveitou a lesão de Fejsa para fazer três jogos a jogar, dois como titular.
Alfa Semedo: o médio era tido em boa conta por Rui Vitória e regressou ao Benfica após dar nas vistas como médio-defensivo e defesa-central no Moreirense. Os 1,90 metros eram também uma mais-valia assinalada por Vitória de forma a dotar o plantel com mais altura.
Salvio: ‘El Toto’ sempre foi um dos indiscutíveis da equipa nos últimos anos, e esta temporada também arrancou nessa condição para Rui Vitória. Bruno Lage acabou por apostar na fixação de Pizzi na ala direita e o argentino perdeu espaço após a renovação.
João Félix: foi com Rui Vitória que passou a fazer parte do plantel e que fez a estreia na equipa principal, sempre encostado às linhas. Lage deu-lhe mais responsabilidade e fê-lo titular nos 5 jogos que já leva ao serviço do Benfica, atuando sempre no centro do ataque.
Samaris: o grego era um dos proscritos para Rui Vitória. Até à chegada de Bruno Lage, contava apenas quatro presenças e só uma como titular. Agora, já ultrapassou Alfa Semedo na hierarquia e aproveitou a lesão de Fejsa para fazer três jogos a jogar, dois como titular.
Alfa Semedo: o médio era tido em boa conta por Rui Vitória e regressou ao Benfica após dar nas vistas como médio-defensivo e defesa-central no Moreirense. Os 1,90 metros eram também uma mais-valia assinalada por Vitória de forma a dotar o plantel com mais altura.
Salvio: ‘El Toto’ sempre foi um dos indiscutíveis da equipa nos últimos anos, e esta temporada também arrancou nessa condição para Rui Vitória. Bruno Lage acabou por apostar na fixação de Pizzi na ala direita e o argentino perdeu espaço após a renovação.
João Félix: foi com Rui Vitória que passou a fazer parte do plantel e que fez a estreia na equipa principal, sempre encostado às linhas. Lage deu-lhe mais responsabilidade e fê-lo titular nos 5 jogos que já leva ao serviço do Benfica, atuando sempre no centro do ataque.
Afinar a defesa com tempo: o afastamento da final da Allianz Cup permite a Bruno Lage cimentar rotinas antes do Boavista. Há rostos de mudança no plantel do novo treinador do Benfica
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.