O emocionante discurso do rapper Killer Mike que LeBron James diz ser obrigatório ouvir

A carregar o vídeo ...
"Sou filho de um polícia de Atlanta. O meu primo é polícia na cidade de Atlanta e o meu outro primo é polícia de East Point. Tenho muito amor e respeito pelos polícias... Não tenho nada de positivo para dizer neste momento, porque não queria estar aqui, mas tenho responsabilidade de estar aqui... É meu dever dizer que temos o dever de não queimar a nossa própria casa por causa da raiva contra um inimigo. É o nosso dever fortificar a nossa própria casa para que ela seja uma casa de refúgio em tempos de organização. E agora é hora de pensar, planear, criar estratégicas, organizar e mobilizar. É hora de bater nos governantes de quem não gostam na hora da votação. É hora de cobrar a responsabilidade dos gabinetes dos prefeitos, chefes de polícia e vice-chefes. (...)

Acordei com vontade de ver o mundo pegar fogo. Estou cansado de ver homens negros a morrer. Ele colocou propositadamente o seu joelho no pescoço de um ser humano por nove minutos enquanto ele morria como uma zebra presa na mandíbula de um leão, e nós assistimos a isso como ‘pornografia de assassinato’, vezes sem conta. É por isso que os jovens estão a colocar fogo nas coisas – eles não sabem mais o que fazer. E é nossa responsabilidade fazer disso algo melhor, agora mesmo. Não queremos ver um polícia acusado, queremos ver quatro policiais acusados e sentenciados. Não queremos ver prédios queimando, queremos ver o sistema que apoia o racismo sistémico, a queimar até o chão." Este é apenas um excerto do emocionante discurso do rapper Killer Mike, sobre a morte de George Floyd e os acontecimentos posteriores, e que LeBron James considera ser obrigatório ouvir.
Deixe o seu comentário
Deixe o seu comentário


Mais Vistos

Últimas Notícias

Notícias

Vídeos

Vídeos

FC Porto

Vídeos

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0