Record

Passe um Dia dos Namorados com a alimentação como sua aliada

Olá a todos, preparados para mais uma semana?

A semana que entra hoje é talvez a semana mais romântica do ano para a maioria dos casais e, por isso, a vossa nutricionista não poderia deixar passar em branco o dia 14 de Fevereiro que se aproxima a passos largos!

Este ano, e tendo em conta que calha mesmo a meia da semana, que tal optar por fazer um jantar romântico em casa?

Este é o meu conselho porque, apesar de ser uma data comemorativa e romântica, o Dia dos Namorados pode ter o resultado contrário se optar por jantar fora com a sua cara metade. Os restaurantes estão sempre completamente cheios, o atendimento acaba por ser muito mais fraco, muitos restaurantes acabam por cobrar preços muito mais elevados e a comida pode ser preparada de forma apressada, e dependendo do lugar que escolha, não há opções saudáveis para si e para o seu par.

Por isso mesmo, nada como ficar em casa e optar por comer um conjunto de alimentos que vão ajudar a criar e manter o clima certo, não só porque darão mais sabor no momento da refeição, mas também porque aumentarão a animação para os momentos que se seguem.

Não se esqueça que, para além do coração, também o cérebro, o olfato e o paladar vão contribuir para o aumento do prazer. Alguns alimentos, normalmente com efeitos afrodisíacos, possuem propriedades que, além de estimular a libido, contêm nutrientes que intensificam a produção de hormonas que reforçam a sensação de prazer e aumentam a circulação sanguínea.

Estes alimentos, aumentando a circulação sanguínea, acabam por potenciar a forma como percebemos as sensações, tornando-as mais apuradas e intensas. Alguns deles apresentam também, efeitos termogénicos, ou seja, aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e fazendo com que o organismo trabalhe constantemente para a normalização da temperatura interna, o que faz com que a pessoa fique mais ativa e aumentando o seu estado de alerta.

Devido ao papel significativo dos alimentos neste assunto, é necessário algum cuidado com as escolhas, porque optar pelos alimentos errados também pode ter um efeito de sabotagem deste dia tão romântico. Por isso, opte por fugir de alimentos como brócolos, couves de folhas grandes, couve-flor e até alguns grãos e legumes, como feijões, lentilhas e ervilhas que podem gerar gases e incómodo intestinal. Aposte em pratos mais leves e tempere com moderação.

Contudo, é necessário ter atenção com uma questão! Os alimentos podem, efetivamente, potencializar a saúde do casal, mas se houver uma baixa de libido crónica, é necessário consultar um médico porque as causas podem ser muito variadas como: stress, disfunções hormonais, medicamentos contínuos para hipertensão, calmantes, anticoncecionais, antidepressivos e a presença de doenças como diabetes e depressão. 

Assim, e se este não for o vosso caso, para vos ajudar a fazer as melhores escolhas alimentares, ao longo desta semana vou dar-vos alguns exemplos deste tipo de alimentos que, para além de serem saudáveis, principalmente devido ao seu teor em vitaminas, também vão ajudar o seu dia dos Namorados (e todos os outros se quiser) a ser ainda mais romântico e memorável.

Até para a semana!

Para mais informações ou esclarecimentos, contacte: inesfilipamorais@gmail.com

Por Inês Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Nutrição

As dietas ioiô

Relação entre as oscilações do peso e a prevalência de diabetes e doenças cardiovasculares

Notícias

Notícias Mais Vistas