Ronaldo: «É contra mim próprio que luto»

Afirma ter os níveis de motivação no máximo e ainda não pensa retirar-se

• Foto: Reuters

Cristiano Ronaldo afirmou continuar com os níveis de motivação no máximo. O português igualou esta quinta-feira Lionel Messi com cinco Bolas de Ouro mas, mais do que ultrapassar o argentino, CR7 quer superar-se a si próprio.

"Ultrapassar Messi? Não é que pense muito nisso, mas a nível subconsciente talvez. A minha motivação sou eu próprio, é contra mim que luto. Mas queremos sempre ser os melhores, ganhar troféus e temos de lutar por isso. Quando acordo de manhã estou motivado para ir para os treinos. Mas sabes que as coisas mudam rapidamente. Um dia estamos motivados e no dia seguinte podemos pensar que não queremos continuar", referiu.

O avançado do Real Madrid abordou depois o final da carreira, que ainda está longe: "Isso há de acontecer um dia. Não estou preparado para isso agora, mas certamente há de chegar o dia. Não me preocupo muito com isso, para já gozo o momento. Sinto-me em forma e vamos ver o que o futuro nos reserva".
Questionado sobre se um dia vai abraçar a carreira de treinador, Ronaldo respondeu assim: "Hoje não me vejo como treinador, mas as coisas mudam. Há 10 anos talvez dissesse que não ia estar aqui a fazer entrevistas. Tenho muitos projetos para o futuro, quando concluir a minha carreira. No futuro quero ser várias coisas, mas treinador não está na minha mente".

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de O diário de CR7

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.