Voltar à escola, aprender inglês e fazer um filme: Ronaldo revela planos para o futuro

Craque português participa em conferência no Dubai antes da entrega dos Globe Soccer Awards

• Foto: EPA

Cristiano Ronaldo não tem uma data definida para pendurar as chuteiras, mas o craque português já sabe o que pretende fazer a seguir. Regressar à escola, melhorar o seu inglês e participar num filme em Hollywood são algumas das metas que traçou para a reforma, segundo explicou na conferência que antecede a entrega dos Globe Soccer Awards, que amanhã terá lugar no Dubai. 

"Na minha vida tento sempre aprender, educar-me e formar-me naquilo que me interessa. Quero recuperar o tempo em que tive de renunciar à escola. Há vida depois do futebol. Ganhar mais ou menos uma Champions não me vai fazer feliz, mas claro que a quero ganhar. Todavia, preparo-me para uma vida nova e quero outras coisas: melhorar o meu meu inglês, participar num filme em Hollywood... Para conseguir isto tens de sair da tua zona de conforto, aprender cada vez mais e desafiares-te a ti mesmo, que algo que gosto muito. E claro, tens de te rodear de pessoas inteligentes", considerou o português, que concorre com Messi, Salah e Van Dijk ao prémio de melhor futebolista do ano.

"Há tempo para tudo", prossegue o avançado, capitão da Seleção Nacional que no próximo mês de fevereiro completa 35 anos. "O dia tem 24 horas e podes treinar, descansar, estar com a família e os amigos, desfrutar... Há que encontrar um equilíbrio, não é apenas treinar e treinar. Quando vês que o corpo não tem a mesma capacidade de responder ao que a cabeça ordena, há que assumir isso, encarar. Há tanto para aprender... Mas o mais importante é sentir-me motivado."

Recorde-se que além de Ronaldo, cinco vezes vencedor do prémio de melhor futebolista, são também candidatos ao Globe Soccer Awards de 2019 os portugueses João Félix, eleito o 'Golden Boy' pelo Tuttosport, e Fernando Santos.

O jogador da Juventus, outras cinco vezes distinguido como o melhor jogador FIFA e vencedor da Bola de Ouro da France Football, já venceu o Globe Soccer Awards, na categoria de melhor futebolista, em 2011, 2014, 2016, 2017 e 2018. Este ano volta a estar nomeado para o prémio, atribuído pela associação europeia de empresários de futebol (EFAA) e a associação europeia de clubes (ECA), numa categoria em que concorre com Messi (Barcelona), Van Dijk (Liverpool) e Salah (Liverpool).

Na corrida a jogador revelação do ano está o também português João Félix, que saiu do Benfica para o Atlético de Madrid por 120 milhões de euros, e que este ano já venceu o prémio Golden Boy, que distingue o melhor futebolista sub-21.

Félix tem a concorrência de Jadon Sancho (Borussia Dortmund), Erling Haaland (Salzburgo) e Ansu Fati (FC Barcelona).

Fernando Santos, que já tinha sido nomeado e vencedor em 2016, ano em que levou Portugal à conquista do Europeu de França, está indicado uma vez mais para melhor treinador, desta vez frente a Juergen Klopp e Erik Ten Hag.

O selecionador luso venceu a Liga das Nações, enquanto Klopp conduziu o Liverpool ao título europeu, e Tem Hag levou o Ajax às meias-finais da Champions.

5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de O diário de CR7

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.