Porto, Porto, Porto

Nuno Encarnação
Nuno Encarnação

Bigodinho

Não haverá melhor forma de começar uma nova época com mais um troféu no Museu do Dragão. Ainda há pouco saboreava a entrega do título de campeão nacional em pleno estádio e passado que foi o Mundial, continuamos a sentir o doce gosto de vencer. Que belo vício este de ganhar que as Antas e o Dragão habituaram as pessoas da minha geração. Foi preciso chegar o "bom rebelde" à casa, Sérgio Conceição, para que todos percebessem como é que se conquista de novo um título ao fim de uma seca de 5 anos. Como eu admiro a sua atitude, a sua frontalidade, o seu querer, a sua dedicação e a forma como trabalha. Conceição fez acreditar todo um plantel, que poderiam ser melhores do que nos anos anteriores. Essa mudança liquidou o sonho (essa constante da vida) de um penta imaginário para os lados da luz.

Mas admirando Conceição nesta latitude, há uma outra com a qual não posso corroborar, a de ser expulso num jogo seja em que circunstância for. Conceição tem de ter definitivamente essa noção. Ele não pode deixar a equipa sozinha em campo. Esta equipa joga à sua imagem, tem de o ouvir, de o sentir no banco, de olhar para ele nos momentos de dificuldade. Se ambiciona uma Champions, deve refletir as suas atitudes no banco. Estou certo que o fará.

Como adepto de bancada chamaria todos os nomes e mais alguns ao menino de Évora que mais uma vez apitou, e mal, um jogo do Porto. O tal Luís Godinho, que em Janeiro atropelou Danilo num jogo e o expulsou, o tal Godinho que agora viu Herrera a sangrar e presumiu ser simulação do capitão. O tal Godinho que teve um VAR de miopia grosseira. Dois erros deste Godinho, é caso para o apelidar de Bigodinho.

Conceição sabe que voltará a ter uma época muito difícil pela frente. Tem nesta altura um ataque em jejum do tamanho do tempo do ramadão, lesionados de última hora e um Maliano que quis sair antes de uma final. As dificuldades não se adivinham, aparecem quando menos se espera e superam-se com muita arte e engenho. Marega nunca porá em causa a história deste grande clube, e muito menos a determinação e a mão firme de Pinto da Costa. Marega ou sai hoje por 40M€ ou ficando, terá de crescer como homem. As crianças jogam nos infantis do clube, os profissionais no Porto da Champions e da I Liga! Se entrarem os 40M€ no mealheiro do Dragão, por favor não os torrem em Waris, Paulinhos e Ewertons. 11M€ deitados à rua, trazem-nos logo à memória o negócio Lopeteguiano Adrian López.

Cá estarei convosco às quintas-feiras. Serei Encarnação, exigente como Conceição!

1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais