Qual é o problema?

Dirigentes desportivos

1. Quais os deveres do Dirigente Desportivo não-profissional?

Ao dirigir um Clube ou uma Associação Desportiva, um dirigente tem (entre outras obrigações) de: a) defender os interesses do desporto em geral, tendo em vista o interesse público; b) promover a ética desportiva, prevenindo a prática de manifestações antidesportivas, em particular nos domínios da violência associada ao desporto, da dopagem e da corrupção no fenómeno desportivo; d) não intervir em actos ou contratos de qualquer tipo, por si ou como representante de terceiros, em que tenha interesse directo ou indirecto, quando o contraente seja o organismo onde exerce funções. Isto é o que diz um Decreto-Lei que tem quase 22 anos (nº267 de 1995). Mas, quem verifica se estas obrigações são efetivamente cumpridas?

2. Aos Dirigentes Desportivos em Portugal é exigida alguma Formação?

Desde Abril de 2013, que vários países europeus reconheceram uma lógica: «Melhores Direções, um Desporto mais forte». A ideia de nações como Irlanda, Polónia, Inglaterra, Estónia, Finlândia, é de que é útil e necessário que o exercício de funções dirigentes seja avaliado, não apenas pelos resultados desportivos, mas também por análise da gestão desportiva que é feita no Clube. Numa expressão: pretende-se que seja verificado se há um "bom governo" das organizações.
Em Portugal, não temos qualquer requisito de capacidade para que um dirigente desportivo de um Clube possa assumir funções numa Direcção, apesar de há mais de uma Década ser reconhecida a necessidade de formar melhor Dirigentes Desportivos. O Instituto Português do Desporto prepara-se para lançar um novo Programa de Formação de Dirigentes Associativos. Há mais de 15 anos também foi lançado um. Há mais de duas décadas que o dinheiro público financia a formação de recursos humanos nas Federações Desportivas, incluindo dirigentes desportivos. Perguntemos: quantos recursos financeiros já gastou a País com esta tentativa? E porque ainda é necessária mais, com o mesmo problema de sempre: de adesão voluntária…?

Autor: Rui Alexandre Jesus, associado nº22, www.direitodesportivo.pt

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.