Call of Duty: WWII - Regresso às origens

Jogo chega ao mercado e gera muita expetativa

O universo dos videojogos recebeu mais um jogo que dispensa qualquer tipo de apresentações, ou não tivesse um legado de anos e anos recheados de sucesso.

Falamos de Call of Duty: WWII, um título que tenta voltar a cativar todos aqueles que se foram afastando da franquia devido a Advanced Warfare e Infinite Warfare, onde seres robóticos, ações físicas pouco credíveis e um registo espacial não colheram muitos elogios. Mas agora a aposta é clara - regressar às origens da saga e colocar o utilizador num cenário histórico irrepreensível - a Segunda Guerra Mundial.

Com este regresso ao passado, a Sledgehammer Games e a Activision emendam a mão e poupam os seus seguidores a mais aventuras pouco reais e, acima de tudo, um pouco disparatadas. Até porque desta vez não há espaço para erros ou tiros no pé.

Quem teve a oportunidade de testar a Beta sabe que estamos perante um jogo maduro e onde as partidas multijogador, determinantes nesta fase evolutiva da indústria dos videojogos, são intuitivas, simples e muito animadas. Para além disso terminam aqueles momentos pouco credíveis de regeneração por artes mágicas. Agora, até os jogadores experimentados terão dificuldades extra, uma vez que o sistema de dano foi refinado e, atualmente, levar um tiro na testa significa isso mesmo - morrer.

Não existe um sistema de regeneração de vida na campanha. Ao invés disso, os jogadores passam a contar apenas com os seus companheiros de esquadrão médico para utilizar pacotes de vida, assim como outros membros de equipa para providenciar as essenciais munição.

Feitas as contas, temos mais ação, mais realismo, gráficos apurados e até mais qualidade de som, num registo que nos coloca, literalmente, nas trincheiras que ajudaram a definir a História Mundial. Os mapas, por sua vez, parecem mais pequenos e acima de tudo mais lineares. Algo que promove encontros mais intensos e que obriga, necessariamente, a abordagens mais inteligentes por parte dos jogadores.Um jogo já disponível para PS4, Xbox e PC. 






Para mais conteúdos de FIFA, PES e muitos outros videojogos, segue o Rei do Gaming e subscreve:

Facebook - https://www.facebook.com/JoaoTheKingSeixas/  
Twitter - https://twitter.com/Rei_do_Gaming  
Instagram - https://www.instagram.com/reidogaming/  
Blog - http://reidogaming.blogspot.pt/  
Twitch - https://www.twitch.tv/rei_do_gaming  
YouTube - https://www.youtube.com/user/JornalRecord  
Email – reidogaming@gmail.com ou joaoseixas@record.pt  
Record Gaming - https://www.facebook.com/RecordGamingPT 

Por João Seixas
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Críticas

Notícias