The Last Guardian: o que esperar?

Jogo da Sony será lançado a 7 de dezembro e a expectativa... é enorme

O jogo do ‘bicho-fofo’ será um dos grandes lançamentos do Natal 2016 e a expectativa entre os ‘gamers’ é grande. Será que The Last Guardian vai corresponder a toda esta pressão, ou será que iremos assistir a mais um fenómeno ‘No Man's Sky’?

Anunciado no longínquo ano de 2009 (vá… não foi assim há tanto tempo, mas nesta questão dos jogos 7 anos equivalem quase… a 100 anos) a ‘obra-prima em potência’ de Fumito Ueda apresenta-nos Trico, uma espécie de gato-cão-galinha, que é, sem dúvida, o centro de toda a narrativa. A interacção com este animal de dimensões gigantescas abre a porta à evolução do jogo, através de uma jogabilidade na 3ª pessoa e a ultrapassagem de plataforma e a resolução de puzzles.

O maior receio é de que The Last Guardian seja um jogo demasiado redutor na sua jogabilidade e um pouco ‘infantil’. Vivemos o tempo dos gigantescos "open-worlds" e se a aposta da Sony não corresponder a esta exigência… poderá ser rapidamente atirada para a pilha dos jogos ‘a rever’… quando já esgotarmos as restantes alternativas. No entanto, ao que tudo indica e pelas amostras disponibilizadas, a genDESIGN, a Team ICO e a SCE Japan Studio (o trio responsável por trazer à luz do dia este jogo) seguiram o caminho mais longo, mais difícil, mas potencialmente mais próximo da perfeição. Esperemos que assim seja…

Uma das premissas que transmite ainda mais expectativa à enorme espera por The Last Guardian são os seus dois antecessores: Ico e Shadow of the Colossus são jogos de uma beleza impar, assentes em histórias misteriosas, mas com uma enorme sensação de prazer que é dada ao jogador. São jogos feitos com e para as emoções do utilizador e, se The Last Guardian seguir este caminho (como tudo indica), a receita estará destinada ao sucesso.

Graficamente, o jogo parece perfeito. A banda sonora é muito atractiva e, segundo os mais recentes rumores, estamos a falar de um jogo com uma durabilidade acima do normal. Fumito Ueda (também ele criador de Ico e Shadow of the Colossous) admitiu, numa recente (e pouco usual) entrevista que está "nervoso com o lançamento do jogo". Não será para outra coisa!

Mas a 7 de dezembro (data do lançamento de The Last Guardian), logo veremos se estamos perante um flop ou então… uma obra-prima. Não parece haver meio-termo para este jogo.

Por Alexandre Carvalho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Gaming

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.