Liga Record: Os mais valiosos

A 26.ª edição da Liga Record arranca no dia 17, na 4.ª jornada da Liga NOS. Para ajudar a formar o plantel aqui ficam os melhores por posição

Se comprar o Pizzi ou o Corona, os mais caros da lista, quantos craques dos top 10 de cada posição consigo juntar sem chegar aos 40 milhões de orçamento? Esta pergunta, ou outra do mesmo género, está neste momento no pensamento de muitos concorrentes da Liga Record. Além de treinador de bancada, cada concorrente tem de ser também um bom gestor para formar um plantel com os 40 milhões disponíveis. Nada que uma calculadora não ajude. Para facilitar a tarefa a todos, aqui deixamos os top 10 de cada posição. Os melhores são também os mais caros, claro, por isso, ‘basta’ escolher dois ou três destes craques e depois gerir o resto do orçamento com jogadores do tipo ‘todo-o-terreno’: os que jogam sempre, os defesas goleadores ou os especialistas em bolas paradas.

Começando pelos guarda-redes, Marchesín e Vlachodimos são os mais caros, avaliados em 4 milhões de euros. Normalmente, os dois principais candidatos ao títulos são os que sofrem menos golos e, nesse sentido, convém apostar num guarda-redes seguro. No entanto, FC Porto e Benfica não são os únicos clubes bem servidos na baliza.

Seguem-se os defesas, pela ordem em campo, mas também pelos valores dos passes dos craques. Várias opções seguras com os mais caros a custarem 5 milhões de euros. Os nossos treinadores de bancada sabem bem quem são os centrais que vão até à área contrária nas bolas paradas, quem são os melhores no jogo aéreo e a finalizar. Nós deixamos aqui uma pista, um central que não está entre os dez mais caros mas foi um dos melhores da época passada: Fábio Cardoso, do Santa Clara.

Os médios são, normalmente, as escolhas decisivas na Liga Record. São caros mas quem acertar na escolha de um médio goleador tem meio caminho andado para o sucesso. Pizzi custa 8,5 milhões e é, a par do avançado Corona, o mais caro da nossa lista. No ataque está o maior segredo do nosso concurso. Normalmente, só dá para comprar um dos goleadores do campeonato mas esta época até é possível investir em dois dos avançados do top 10 sem colocar em causa o orçamento do resto do plantel.

A 26.ª edição da Liga Record arranca dia 17, com o início da 4.ª jornada da Liga NOS. Quem quer tentar ganhar um automóvel deve começar a formar o plantel e a acelerar para o concurso.

Guia imprescindível

O ‘Guia 2020/21’ está à venda nas bancas e no quiosque do iPad ou mercado Android, e volta a ser absolutamente essencial para participar na 26.ª edição da Liga Record. Seja no formato papel ou digital, a nossa revista inclui o código de ativação que serve para comprar (sem custo adicional) a primeira equipa para concorrer à melhor Liga virtual do futebol português. O ‘Guia 2020/21’ tem tudo para ajudar os nossos treinadores de bancada a formarem um plantel: carreira/currículo dos jogadores e todas as estatísticas dos clubes do principal escalão.

Serviço especial dá ajuda

Os concorrentes podem receber notícias semanais para saberem se algum dos craques não está disponível. Através dos Conteúdos Premium (a subscrever no site), os participantes recebem informações sobre os jogadores lesionados e castigados, tal como pormenores sobre as prestações dos seus jogadores. O Guia Record 2020/21 inclui um código de ativação necessário para a inscrição da equipa. No entanto, também já é possível adquiri-lo no site do concurso: www.ligarecord.xl.pt.

Por Miguel Amaro
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record mais

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.