Coros APEX: Uma bateria que nunca mais acaba...

Autonomia é um dos maiores trunfos do relógio da marca norte-americana

Quando em Dezembro do ano passado a norte-americana Camille Herron bateu o recorde feminino das 24 horas, com uns impressionante 262,1 quilómetros, muito se falou no seu incrível registo, mas as atenções do mundo da corrida também se fixaram no relógio que a norte-americana levava no pulso. Um desconhecido Coros Apex, que tinha aguentado as 24 horas de corrida de forma perfeita e, para mais, ainda tinha 32% de bateria!

Foi uma espécie de início da lenda para a marca norte-americana, que desde então começou a despertar a curiosidade de tudo e todos, especialmente pelo facto de ter uma bateria que parece infinita. Record também teve essa curiosidade e nos últimos meses testou a máquina da marca norte-americana e ficou agradavelmente surpreendido com aquilo que teve oportunidade de experimentar.

E como não poderia deixar de ser, o primeiro ponto que nos prendeu a atenção foi a bateria, que nos durou quase duas semanas, mesmo treinando diariamente e utilizando o relógio no dia a dia com o sensor cardíaco ativo. Outro ponto bastante positivo é a precisão da localização (tem os sistemas GPS+GLONASS integrados), que nos pareceu não ficar nada a dever a relógios de marcas bem mais conceituadas e implementadas no mercado - perde apenas na velocidade da deteção, onde aí demora um pouco mais do que o ideal.

No que a atividades diz respeito, o Coros APEX cobre as três modalidades do triatlo (corrida, bicicleta e natação), sendo que todas elas podem ser utilizadas em ambiente indoor e outdoor. No que à corrida diz respeito, de notar que a capacidade de programar treinos intervalados pode ser apenas feita no relógio e não na aplicação móvel, conforme é possível fazer com a Garmin, por exemplo.

Um dos pontos que nos merece uma pequena 'alínea' é o facto de este ainda ser um relógio em constante evolução. É que desde que nos chegou às mãos já recebeu várias evoluções, sendo a de maior realce aquela que permitiu passar a utilização mapas de navegação no relógio enquanto corremos. E esse pode ser um ponto negativo para quem estiver a pensar adquiri-lo nesta altura, pois receberá um modelo que basicamente ainda está em construção. Mesmo assim, pelo preço de venda apresentado (299€ na versão 42mm e 349€ na de 46mm) e pela margem de progressão enorme que tem, pensar neste Coros APEX é claramente uma opção certeira.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Running

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0