C3 Menino bonito Citroën

Afirma-se pelo ‘design’ e pela tecnologia incluída

O novo Citroën C3 chegou oficialmente ao mercado português na última quinta-feira e pode dizer-se que está preparado para marcar posição numa categoria – utilitários/segmento B – onde a luta é intensa e grande o número de concorrentes.

Tal como demos conta na altura da revelação mundial, em junho, o C3 abre assinalável ofensiva de produto do construtor francês do grupo PSA (4 novos lançamentos até ao final do próximo ano) e assume, também por isso, importância crucial. O facto de ter hitorial de 3,5 milhões de unidades produzidas desde o nascimento, em 2002, acrescenta enorme responsabilidade e a verdade é que o pequeno ‘double chevron’ está pronto para responder.

Construído sob quatro princípios orientadores – design, personalização, conforto e tecnologia –, o novo C3 não esconde a inspiração no C4 Cactus (a utilização dos ‘airbumpers’ nas laterais e de alguns elementos nas portas, por exemplo), mas tem identidade própria. O conjunto é, sem favor, esteticamente bem nascido e capaz de seduzir diferentes tipos de consumidores. A tecnologia incluída vem acrescentar valor – há propostas inéditas e outras que podiam estar num automóvel do segmento acima –, importando ainda sublinhar a inteligente escolha das motorizações.

A questão do conforto, que tivemos oportunidade para comprovar durante a apresentação dinâmica na região de Barcelona, não ficou apenas pelas intenções e deve dizer-se que houve trabalho apurado na insonorização – mais do que um pormenor, até porque o C3 é servido por motores de 3 cilindros, habitualmente mais ruidosos. A facilidade de condução, o ‘look’ irreverente e a sensação de ambiente ‘premium’ (muito em função dos argumentos tecnológicos) são outros cartões de visita exibidos pelo utilitário francês. Em Portugal, há três potências diferentes retiradas do mesmo 1.2 Puretech a gasolina (68, 82 e 110 cv) e duas retiradas do bloco diesel 1.6 BlueHDi (75 e 100 cv).

Técnica

Motor, 3 cilindros/12 válvulas/gasolina
Cilindrada (cc),  1190
Potência (cv/rpm), 110/5500
Binário (Nm/rpm), 205/1500
Velocidade máxima (km/h), 188
Aceleração 0-100 km/h (seg), 11,2
Consumo misto (l/100 km), 4,7
Emissões (CO2 g/km), 103
Capacidade do depósito (l), 45
Capacidade da bagageira (l), 300
Comp/Larg/Alt (m), 3,996/1,749/1,474
Peso (Kg), 1050
Preço (€), 17.150
1.2 de 68 cv a partir de €12.650.
Diesel 1.6 de 70 cv a partir de €17.050

Por Paulo Renato Soares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Motores

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.