Peugeot 5008: Lógica de família

A marca do leão foi buscar inspiração ao bem sucedido 3008

O novo SUV da marca do leão chega ao nosso país em junho. Foi buscar inspiração ao bem sucedido (e premiado) 3008 e esgrime o trunfo do espaço a bordo e dos sete lugares individuais. Animada pelo sucesso do 3008 – Carro do Ano em Portugal e Carro do Ano Internacional —, a Peugeot prossegue o caminho das propostas SUV com a entrada em cena do 5008. O novo modelo teve apresentação internacional na região de Lisboa, está quase a ser comercializado em Portugal e procura afirmar-se numa categoria específica: os SUV de sete lugares do segmento C.

Para cumprir esta carta de intenções, a marca do leão não teve dúvidas em redefinir o 5008. Antes um monovolume, agora Sport Utility Vehicle com espaço e funcionalidades que não desvirtuam a lógica familiar subjacente a um género de automóveis que tem vindo a perder expressão. Aliás, a Peugeot ‘transformou’ o 5008 e não o fez apenas para deixar de lado a configuração monovolume. O construtor do grupo PSA sublinha ambição mundial e aponta também aos clientes da configuração carrinha.

O 5008 foi buscar muita da inspiração ao bem sucedido ‘irmão’ mais compacto. Principalmente no que diz respeito ao interior, onde o ‘i-cockpit’, os materiais utilizados e o ‘design’ são semelhantes. A maior diferença está no espaço a bordo, na modularidade e nas opções permitidas pelos sete lugares. Isto sem esquecer a pose altiva e a sugestão de imponência fornecida pelos quase 4,7 metros de comprimento.

Sem grandes surpresas, a escolha das motorizações passou por opções conhecidas no grupo que é agora ‘dono’ da Opel. Há motores gasolina e diesel, todos capazes de fazer justiça ao conjunto e a distinção acaba por fazer-se também de acordo com os níveis de equipamento.

Curiosamente, e não obstante estarmos a falar de um SUV, a Peugeot decidiu que o 5008 teria apenas tração dianteira. É essencialmente um estradista, que tem, ainda assim, um trunfo para outros terrenos: a opção pelo sistema ‘advanced-grip control’ – antipatinagem otimizada com cinco modos de aderência.

Equipamento e motorizações

A Peugeot foi pelo caminho mais simples quando desenhou a gama do 5008. As motorizações ainda são maioritariamente diesel e só há um bloco gasolina: 1.2 Puretech com 130 cv, que serve como entrada. As opções a gasóleo são 3 e começam no 1.6 BlueHDI com 120 cv. Há também duas potências diferentes retiradas do motor 2.0 BlueHDi: 150 e 180cv. Esta última é, naturalmente, o topo. Há 4 níveis de equipamento – Active, Allure, GT Line e GT. O primeiro já conta com 6 airbags, luzes diurnas LED, faróis de nevoeiro, cruise control, ajuda ao estacionamento traseiro, jantes de liga leve de 17" e volante em couro numa lista que é bastante abrangente.

Por Paulo Renato Soares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Motores

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.