Volkswagen Golf: Argumentos refinados

O compacto familiar da marca alemã ganhou em tecnologia, tem novas motorizações e é agora proposto com 5 anos de garantia

A Volkswagen mantém relação muito particular com o emblemático Golf e, tal como já sucedeu noutros momentos, entendeu que a renovação do familiar compacto (segmento C) devia passar muito mais pela atualização de conteúdos e por refinar argumentos – tecnologia e motorizações. É por isso que o Golf 2017, já disponível em Portugal, mantém as linhas exteriores da versão anterior e não procura assinalar diferenças no ‘design’.

Claro que houve atualização no exterior (novos pára-choques, faróis LED atrás e à frente), mas a identidade Golf é mais-valia reconhecida ao longo das últimas 4 décadas, pelo que o construtor alemão centrou atenções em vertentes que estão atualmente na primeira linha da estratégia das marcas. Falamos da tecnologia, dos sistemas de segurança e do equipamento, que foram alvo de assinalável ‘upgrade’. Neste particular, a referência principal vai para o controlo por gestos do sistema de infoentretenimento e navegação, algo inédito em veículos desta categoria.

A lista de motorizações à disposição foi aumentada – novo gasolina 1.5 TSI, com potências de 130 e 150 cv –, sem que a VW perdesse de vista a lógica da oferta em termos de configurações da carroçaria. Há a versão 5 portas; a versão 3 portas (destinada ao GTI) e a carrinha (Variant), esta última proposta também com tração integral, motor 2.0 TDI de 184cv e caixa automática DSG de 7 velocidades.

Numa classe de veículos particularmente aguerrida, a relação entre o equipamento, motor e custo é a chave para carreira de sucesso. O novo Golf, que é agora proposto com 5 anos de garantia, tem faixa de preços a começar nos €22.900 – valor para a versão de equipamento ‘Trendline’ com motor gasolina 1.0 TSI de 110 cv.

O gesto é tudo

A estrela desta renovação do VW Golf é o controlo por gestos, proposto com a versão de topo ‘Discover Pro’ do sistema de infoentretenimento e que está centralizado num ecrã tátil de 9,2 polegadas. Trata-se de um opcional que permite ‘habilidades’ como selecionar a estação de rádio, mudar os menus ou navegar entre as listas de reprodução de música apenas com gestos. De acordo com os níveis de equipamento, o Golf tem ainda mais dois sistemas disponíveis: ‘Composition Colour’ (de série no nível Trendline), com ecrã de 6,5 polegadas e ‘Discover Media’, com ecrã de 8 polegadas. Os dois ‘Discover’ podem ser controlados a partir de um tablet ou smartphone através aplicação fornecida pela VW.

Quase automático

A somar aos diversos sistemas de segurança ativa e passiva, a Volkswagen aliou o ‘cruise control’ adaptativo à assistência de saída de faixa e encontrou o ‘traffic jam assist’. Em síntese, este sistema, apenas disponível nas versões com caixa automática DSG, permite a condução semi-automática até 60 km/hora. O carro evita saída involuntária da faixa de rodagem e acelera e trava, dentro dos limites do sistema. Mas… o condutor deve manter as mãos no volante.

Por Paulo Renato Soares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Motores

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.