Tom Clancy's The Division: Explorar o caos

Um dos jogos mais esperados do ano já bateu recordes no seu dia de lançamento

Um dos jogos mais esperados do ano já bateu recordes no seu dia de lançamento. ‘The Division’ maravilhou o mundo quando foi anunciado, com gráficos de uma qualidade nunca antes vista. Mas, ao chegar às lojas, percebemos agora que o mesmo não nos oferece a qualidade técnica prometida. Ainda assim apresenta um dos melhores e mais detalhados ‘open worlds’ que já jogámos.

Nova Iorque foi alvo de um ataque biológico e é nessa base que esta cidade, envolta em caos, se apresenta. O detalhe, o design e a inteligência na criação dos cenários são merecedores de aplauso. A forma como o que está à nossa volta pode ser usado nas missões torna o ambiente coerente e rapidamente vemos como é impossível largar o jogo. No enredo, ‘The Division’ tem outro dos seus trunfos e, apesar de as missões secundárias serem algo repetitivas, as missões da história principal oferecem uma narrativa e cadeia de acontecimentos que ajudam a manter o ritmo elevado, grande intensidade e elevada variedade de cenários que nos farão abordar as missões sempre de formas diferentes.

Para lá das grandes qualidades gráficas e sonoras, o jogo peca na inteligência artificial, que não é coerente e que acaba, de forma surpreendente, por funcionar melhor (nos inimigos) em modos de ‘co-op’ do que ‘single’. Assinalamos ainda a incoerência de alguns inimigos que apresentam uma resistência às balas para lá do normal. Tirando estes aspetos, ‘The Division’ é uma boa opção para se jogar com amigos. Rapidamente ganhamos vontade de melhorar o nosso personagem, colecionar as melhores armas e vencer os mais difíceis inimigos. É um jogo que pede para ser explorado, mas que terá de apresentar mais conteúdos no futuro.

‘The Division’ tem uma boa base e é tecnicamente muito forte. Se for evoluindo em conteúdos, será jogado por muitos amigos durante muito tempo. Viciante e intenso, esta é uma boa mistura de RPG com FPS. Preparem-se, pois, para muitas horas de vício.

Playstation VR em outubro

A Sony anunciou que o seu dispositivo de realidade virtual para a PS4 estará à venda em outubro por 399€ e com a previsão de 50 jogos a serem lançados até ao fim do ano com a funcionalidade VR. O dispositivo trará ainda várias demos de jogos e serão também disponibilizados alguns outros gratuitos para se divertir com a família. Preparados para a nova etapa dos videojogos? Está quase a chegar!

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Vídeojogos

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.