A 'cura' bielorrussa para o coronavírus: «Bebam 100ml de vodka por dia!»

Presidente do país diz ainda que a sauna ajudará a combater a doença

• Foto: Getty Images

Já tinhamos ouvido várias teorias em torno da melhor forma para derrotar o novo coronavírus, mas ainda nenhuma tinha chegado àquilo que Alexandr Lukashenko, presidente da Bielorrússia, decidiu dizer em público à nação num discurso feito esta semana. Lukashenko até começou por seguir as recomendações da OMS, mas depois acrescentou um ingrediente... insólito.

"Lavem as mãos mais vezes. Tomem o pequeno almoço, almocem e jantem à hora certa. Não sou uma pessoa de beber, mas ultimamente tenho dito meio a brincar que é necessário não só lavar bem as mãos como também beber vodka", atirou Lukashenko numa intervenção à nação na qual apontou "50 a 100 ml" diariamente como a dose ideal para "matar o veneno". Mas atenção... "não durante o período de trabalho".

E se a vodka não chegar, o presidente bielorrusso tem outra solução: a sauna. "Os chineses disseram-nos que o vírus morre a partir dos 60º C", atirou o líder de um país que tem até ao 69 casos de pessoas infetadas e que é de momento um dos poucos nos quais há futebol a decorrer.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.