Manuel Cajuda: «Vítor Oliveira tinha um coração de ouro que hoje o atraiçoou»

Treinador falou com o amigo esta semana

Manuel Cajuda perdeu "um irmão". É desta forma que o treinador português recorda Vítor Oliveira que faleceu este sábado aos 67 anos.

"Há irmãos que somos nós próprios que os escolhemos. O Vítor era um irmão que escolhi, um dos poucos que escolhi. Perdeu-se um extraordinário treinador, um homem muito inteligente, muito amigo, um coração de ouro que hoje o atraiçoou. Falei com ele na quarta ou quinta-feira, andava ele a fazer a caminhada, e como sempre era uma paródia. Todas as coisas que há para dizer sobre ele são boas... Recordo-me da última vez que nos defrontámos num Paços-Ac. Viseu e fizemos a conferência de imprensa juntos e ele a chamar-me velhote e a querer ajudar-me quando me levantei", disse Cajuda à TVI24 muito emocionado.

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.