Jogadores do Schalke 04 aceitam corte salarial e salvam 600 postos de trabalho

Direção diz que jogadores prontamente decidiram ajudar o clube

• Foto: Getty Images

No meio de toda a incerteza devido ao surto do coronavírus, da Bundesliga têm-nos chegado os maiores exemplos de comprometimento e solidariedade nesta luta. Depois de na quinta-feira ter sido noticiado que as principais equipas do país haviam concordado em doar 20 milhões de euros aos clubes mais necessitados, agora é destaque o plantel do Schalke 04, que aceitou reduzir consideravelmente o salário mensal até final da temporada de forma a ajudar o clube do ponto de vista financeiro.

Com este corte salarial, que contempla vencimentos e também os bónus associados à performance, os jogadores da equipa de Gelsenkirchen garantem a continuidade no clube de quase 600 trabalhadores, segundo reporta a revista 'Kicker.

"Infelizmente o coronavírus afetou-nos a todos. Por isso é que se torna tão importante ajudar-nos uns aos outros. Depois termos informado os jogadores da crise atual, todos garantiram estar dispostos a ajudar. Demonstraram uma grande responsabilidade e lealdade ao clube ao terem esta atitude, mostrando de forma bem clara o que o Schalke 04 representa para eles", declarou Jochen Schneider, diretor desportivo do clube.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Alemanha

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0