Berlusconi apanhou um 'traidor' graças a golo do Benfica

Angelino Alfano foi assistente do antigo primeiro-ministro durante 12 anos

• Foto: EPA

Um golo do Benfica permitiu a Silvio Berlusconi descobrir a verdade sobre Angelino Alfano, homem que durante 12 anos foi seu assistente e ministro da Justiça num dos governos que liderou, entre 2008 e 2011.

A falar perante uma plateia no Teatro Manzoni, em Milão, Berlusconi revelou que se sentiu traído por Alfano. "Durante 12 anos, como meu assistente, sempre fingiu apoiar o Milan", revelou o também antigo presidente dos rossoneri. "Mas um dia, vi-o desesperado por um golo do Benfica à Juventus. Fiz uma investigação e descobri que é adepto da Juventus desde que nasceu", acrescentou o 'Cavaleiro', num exemplo de que "é preciso fazer política com decoro".

Na mesma intervenção, Berlusconi arrasou Adriano Galliani, ex-conselheiro delegado do Milan e que assumiu a gestão do clube após a saída do histórico presidente para o governo. "Pobre Adriano. Era um tipo que acordava e gastava 30 milhões de euros num médio e, à tarde, gastava mais 30 milhões noutro médio", criticou.

5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.