Federação de andebol enviou carta à RTP a pedir transmissão dos jogos do Europeu

Duelos da primeira fase foram emitidos pela SportTV

• Foto: Reuters

O presidente da Federação Portuguesa de Andebol (FPA), Miguel Laranjeiro, enviou uma carta a Gonçalo Reis, presidente do conselho de administração da RTP, questionando a estação quanto às suas intenções de transmitir os jogos do Europeu.

"A seleção nacional está a fazer, com responsabilidade, foco e grande profissionalismo, um grande Europeu, e os adeptos querem ver essa prestação, e querem o direito de o fazer em sinal aberto", explicou esta quarta-feira à Lusa Miguel Laranjeiro.

Segundo o dirigente, a "divulgação e visibilidade das modalidades em geral" é "um dos elementos centrais do serviço público de rádio e televisão", considerando que "faz sentido a transmissão dos jogos da seleção nacional principal na fase final do Campeonato da Europa".

Esses pedidos enquadram-se, pode ler-se na carta enviada ao presidente do Conselho de administração da RTP, Gonçalo Reis, "na linha do definido em legislação própria".

"Acresce que desconhecemos se já foi publicado o despacho governamental que torna pública a lista dos acontecimentos que devem ser qualificados de interesse generalizado do público em 2020, assim como desconhecemos se foi contactada a Sport TV no sentido de tal operador retransmitir, ou ceder, os direitos de transmissão a favor da RTP e em canal aberto de tais jogos do Europeu, tal como sucede com outras modalidades de relevo a nível nacional", pode ler-se.

O dirigente pede, assim, "sensibilidade e capacidade de perceber que Portugal não está numa fase final dos Europeus há 14 anos" em andebol, o que configura "um momento histórico para a modalidade e para o país".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Andebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.