Funcionário da Pirelli teve teste positivo ao coronavírus na Austrália

Segundo caso confirmado na Fórmula 1 depois de um mecânico da McLaren

• Foto: EPA

As dúvidas permaneceram quase até à última hora mas o Grande Prémio da Austrália, primeira prova do Mundial de Fórmula 1 que estava agendado para o último fim de semana, acabou mesmo por ser cancelado devido ao coronavírus. Horas antes do anúncio oficial McLaren tinha revelado que um dos seus mecânicos estava infetado e que por essa razão a escuderia britânica não iria apresentar-se no paddock do circuito de Albert Park, em Melbourne, o que terá sido preponderante na decisão final da organização.

Esta segunda-feira ficou a conhecer-se o segundo caso de infeção pelo Covid-19 na Fórmula 1. Trata-se de um funcionário da Pirelli (única fornecedora de pneus da categoria) que teve um teste positivo ao coronavírus realizado no domingo.

"Um membro da equipa Pirelli F1 deu positivo para o Covid-19 em Melbourne. A pessoa em questão está agora a seguir todos os procedimentos relevantes implementados pelas autoridades sanitárias australianas", revelou um porta-voz da marca italiana. 

Por André Antunes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.