Fernando Santos: «Os jogadores são de altíssimo nível e não temos de fazer reset a nada»

Selecionador acredita que o que sucedeu no jogo com a Sérvia não terá peso na partida de amanhã

• Foto: EPA

Fernando Santos reconhece que o jogo com a Sérvia deixou alguma frustração, mas o treinador não tem dúvidas que os jogadores vão superar o sucedido e encarar o jogo de amanhã, com o Luxemburgo, determinados e com ambição, sem precisar de fazer qualquer tipo de reset.

Selecionador do Luxemburgo disse que Portugal tem uma das melhores seleções de sempre
"Isso é discutível. É uma grande Seleção, com grande capacidade, tem demonstrado isso nos últimos anos. Portugal é reconhecidamente uma grande Seleção, mas considerar melhor de sempre acho um bocadinho exagerado."

Foi preciso limpar a cabeça dos jogadores?
"São jogadores de altíssimo nível. Estão preparados para jogar três jogos em menos de 72 horas. Vêm de equipas a jogar constantemente, eles sabem que têm de estar com os níveis de concentração em alta, isto é comum nas suas carreiras, não é precioso fazer reset a nada. Temos uma equipa concentrada, de grande paixão."

Possíveis mudanças
"Os jogadores já vêm com muitos minutos nas pernas, têm de jogar de 70 em 70 horas, sujeitos a esforço intensivo... Não treinamos, estamos aqui só para jogar. De qualquer maneira dá para avaliar como eles  estão, nem todos recuperam da mesma maneira e amanhã apresentaremos o melhor onze para fazer aquilo que eu espero."

Problemas no meio campo (ausência de Bruno Fernandes)
"Portugal tem um leque de jogadores de qualidade que pode resolver isso. Tenho absoluta confiança nos nossos jogadores. O João Moutinho apresentava um problema, ontem treinou, não integrado, mas treinou. Hoje vai treinar outra vez, mas as indicações que tenho é que há uma forte possibilidade de ele poder estar no jogo."

Luxemburgo
"Esta equipa do Luxemburgo não tem nada a ver com o Azerbaijão, esta equipa joga olhos nos olhos e é isso que vai fazer connosco. A nós compete fazer com que eles se façam de Azerbaijão, obrigá-los a jogar lá atrás."

Qualidade do campo
"Os nossos jogadores já jogaram aqui várias vezes e em campos piores do que este. É mais difícil quando vimos cá e está neve ou a chover, os jogadores têm de dar chutões de qualquer maneira. Mas não é esse o caso."

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.