Grupo A
Grupo B
Grupo C
Grupo D
Grupo E
Grupo F
Grupo G
Grupo H

Jogou com dois fios de ouro e Deschamps não perdoou: «A tua sorte é que não estava ao pé de ti...»

Koundé protagonizou momento insólito no encontro dos 'oitavos' do Mundial entre França e Polónia

Jules Koundé protagonizou, este domingo, um momento insólito (e proibido) no jogo dos 'oitavos' do Mundial'2022 contra a Polónia: o central francês atuou 40 minutos com dois fios de ouro ao pescoço e, em conferência de imprensa, Didier Deschamps, selecionador gaulês, mostrou-se desagradado com a atitude do seu jogador.

"O árbitro tinha-nos avisado para tirarmos [os fios] mal houvesse uma interrupção no jogo. Os jogadores não podem levar pulseiras ou colares. Não sei o que tem o colar dele, sei que ele é um pouco supersticioso... Leva-o para os treinos e não sei o que significa", começou por referir Deschamps, citado pela 'Marca'.

E acrescentou: "Disse-lhe: 'A tua sorte é que não estava ao pé de ti, caso contrário...'. É como começar o jogo com um relógio ou com óculos de sol. Não é permitido. Achei que ele tinha tirado, mas aparentemente não. A culpa é nossa", rematou.

Refira-se que, segundo os regulamentos da FIFA, "os jogadores não podem utilizar, durante os jogos, equipamento nem objetos perigosos. Todas as jóias são proibidas".

Recorde-se que a França carimbou ontem a passagem aos 'quartos' do Mundial'2022 ao bater a Polónia (3-1).
Por Record
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão