Selecionador do Luxemburgo elogia Portugal mas lembra: «No futebol pode haver surpresas»

Luc Holtz dá como exemplo a recente vitória da sua equipa na Irlanda

• Foto: Reuters

O selecionador do Luxemburgo afirmou esta segunda-feira que Portugal "tem a melhor seleção de sempre" e que será complicado "neutralizar" os portugueses na partida de qualificação para o Mundial'2022, mas lembrou que "no futebol também pode haver surpresas".

"Eles são superiores, mas nos jogos de futebol pode haver surpresas, como se viu no sábado", afirmou Luc Holtz, em conferência de imprensa, referindo-se à surpreendente vitória do Luxemburgo diante da República da Irlanda, por 1-0, no sábado.

O técnico, que fazia a antevisão do encontro de terça-feira, para o Grupo A de qualificação para o Mundial'2022, vincou que os luxemburgueses vão tentar "neutralizar" Portugal, embora assumindo que será "muito complicado".

"É uma equipa que conhecemos bem. Sabemos da qualidade individual que tem. É a melhor equipa que Portugal já teve. Tem algumas ausências na defesa [Pepe e Raphaël Guerreiro], mas a qualidade é a mesma. Têm grande velocidade na circulação de bola e um poder ofensivo tremendo", referiu.

Por outro lado, Luc Holtz lamentou que o jogo não possa ser disputado no novo estádio do Luxemburgo, face ao atraso na conclusão das obras: "Estamos muito ansiosos para jogar no novo estádio. Não é todos os dias que temos um Bola de Ouro [Cristiano Ronaldo] no Luxemburgo e gostaríamos muito de ter inaugurado agora o estádio, mas não foi possível."

Já Leandro Barreiro, internacional luxemburguês, mas com origens em Angola e Portugal, afirmou, em perfeito português, que a equipa das 'quinas' deve estar "frustrada" com o empate cedido na Sérvia, pelo que antecipou um adversário "agressivo" e que "vai pressionar os árbitros com as faltas".

"O jogo de vai ser diferente do da República da Irlanda. Conseguimos ganhar, mas agora vamos defrontar uma equipa com mais qualidade. Temos de estar concentrados e ser disciplinados do primeiro ao último minuto. Vamos dar o nosso melhor para fazermos um bom jogo", disse o médio, de 21 anos, que alinha nos alemães do Mainz.

Leandro Barreiro confessou, depois, que se sente luxemburguês e português, dada a ligação a Portugal, e revelou que teve a hipótese de representar as seleções lusas, quando era mais jovem.

"Este país deu-me tudo. Sinto-me luxemburguês e português. Houve a possibilidade de fazer jogos por Portugal quando era jovem, mas, como me senti bem aqui, foi uma forma de agradecer o que o país fez por mim. Mas isso não quer dizer que seja mais ou menos luxemburguês do que português", contou.

O encontro entre Portugal e o Luxemburgo está agendado para terça-feira, a partir das 19:45 (hora de Lisboa), no Estádio Josy Barthel, na cidade do Luxemburgo, e será dirigido pelo russo Sergei Ivanov.

A seleção portuguesa estreou-se no Grupo A da qualificação europeia com um triunfo sobre o Azerbaijão (1-0), em Turim, antes de ceder um empate na visita à Sérvia (2-2), em Belgrado.

Portugal divide o topo da classificação com a Sérvia, ambos com quatro pontos, logo seguidos pelo Luxemburgo (três), que no sábado se estreou na fase de apuramento com uma surpreendente vitória por 1-0 na visita à República da Irlanda. Em duas partidas realizadas, os irlandeses ainda não pontuaram, tal como o Azerbaijão, que tem apenas um jogo disputado.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mundial 2022

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.