Papu Gómez recorda Copa América: «O discurso de Messi na final fez-me chorar como um bebé»

O jogador do Sevilha enalteceu a capacidade de liderança do astro argentino durante a prova

• Foto: Instagram
Papu Gómez, jogador do Sevilha, deu uma entrevista ao jornal argentino 'La Nacion' onde falou sobre a conquista da Copa América e o momento especial que foi levantar o troféu ao lado do astro Lionel Messi. O ex-Atalanta afirmou que fazer parte da seleção argentina que venceu a prova o deixa extremamente orgulhoso e não perdeu a oportunidade de destacar o papel de Leo Messi enquanto capitão de equipa.

"O Leo [Messi] é o mais normal e simples de todos nós. Posso-te assegurar que é o tipo de colega mais comum que há. Mas carrega o apelido Messi e muitos acreditam que se comporta de maneira diferente. Ele é um líder absoluto, é um capitão com todas as letras. Porque o demonstra e porque dá o exemplo. Querem sempre compará-lo com o Diego [Maradona], querem que grite e que lute mas o Leo não é assim", contou o médio do Sevilha.

Aquele que há muito era um troféu desejado pelos argentinos, e particularmente por Messi, foi finalmente alcançado este ano e Papu Gómez recordou um dos momentos mais especiais da final frente ao Brasil: "O Messi começou a falar antes da final e a verdade é que nem me lembro bem das palavras porque logo a seguir já estava a chorar. Disse algo sobre os esforços, sobre as famílias… e caíram-me as lágrimas como um bebé", acrescentou o jogador.

Quando questionado sobre a ida do compatriota para o PSG, o 24 do Sevilha mostrou-se surpreendido: "Foi uma revolução para o futebol, foi algo histórico, que vai ficar para sempre. Todos nos vamos lembrar do dia em que o Leo foi jogar para Paris. Ninguém estava à espera, supostamente estava tudo encaminhado para seguir no Barça e de um dia para o outro teve que ir para Paris."
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Internacional

Notícias

Notícias Mais Vistas