LeBron James afirma que "vacina é decisão de cada um" e gera críticas: «Achei ridículo»

Norte-americano garante que foi inoculado mas não incentiva os outros a fazê-lo

• Foto: USA Today Sports
LeBron James, uma das maiores figuras da NBA, deu o seu parecer quanto à vacina da Covid-19, numa opinião que não foi do agrado de todos. O norte-americano garantiu que fez a sua investigação e acabou por ser inoculado, mas que não incentiva os outros a fazê-lo por ser uma "decisão de cada um", algo que não caiu bem na esfera do basquetebol, e já foi criticado por Enes Kanter, que considerou a posição "ridícula".

"Eu era muito cético no que toca à vacina, mas fiz a minha investigação. Pareceu-me que (tomá-la) era o melhor não só para mim como para a minha família e para os meus amigos, e por isso decidi fazê-lo. Mas apenas falo por mim. Estamos a falar dos corpos de cada um. Não é algo político, racista, relacionado à brutalidade policial ou coisas dessa natureza", disse James. Kanter, jogador turco dos Boston Celtics, visou de imediato LeBron, garantindo que ficou "muito desapontado".

"Quando ouvi aquilo, achei ridículo. Ele é uma das principais imagens da NBA, e deve ser um dos primeiros a dizer: 'tomei a vacina e encorajo toda a gente, a minha comunidade, a ir fazê-lo também de forma a salvar vidas'. Quando ouvi a primeira vez não acreditei mesmo, mas espero que ele possa aprender mais sobre isso, de forma a inspirar e encorajar outras pessoas à volta dele no futuro".

Recorde-se que já há vários casos de atletas da NBA a rejeitarem a vacina, como Kyrie Irving ou Andrew Wiggins.
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas